A Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) manifestou esta segunda-feira «pesar» pela morte de Eusébio, «um símbolo de Portugal no mundo durante décadas, graças a uma carreira genial como futebolista».

«A perda de Eusébio empobrece ainda mais o nosso país e deixa uma sombra de luto na nossa memória coletiva. As reações internacionais à sua morte são reveladoras do prestígio que o grande futebolista continuava a gozar em vários continentes», refere a SPA em comunicado.

Na mesma nota, a SPA lembra que «Eusébio e a sua vida deram origem a vários livros, poemas, canções e outras obras que representam uma significativa atividade autoral, a qual não pode deixar de ser registada».