A nave russa Soyuz MS-07, com três tripulantes a bordo, foi lançada hoje a partir do cosmódromo de Baikonur no Cazaquistão com destino à Estação Espacial Internacional (EEI).

A nave partiu às 10:21 em Moscovo (07:21 em Lisboa) com a ajuda de um foguete portador Soyuz-FG e vai ser acoplada à plataforma orbital dentro de dois dias.

O lançamento teve lugar na legendária rampa Número 1 do cosmódromo no Cazaquistão que tem o nome de Yuri Gagarin, o primeiro homem a voar no espaço.

Em princípio, o lançamento devia ter tido lugar em 27 de dezembro, mas a NASA pediu para antecipar para que não coincidisse com as festas de Natal.

A tripulação 54-55 da história da EEI é formada pelo russo Antón Shkaplerov, que será o comandante, e pelo norte-americano Scott Tingle e pelo japonês Norishige Kanai, que realizam ambos a primeira missão espacial.

Na plataforma orbital são esperados pelo russo Alexandr Misurkin e pelos norte-americanos Mark Vande Hei e Joseph Acaba.

Como é tradição, os inquilinos da estação vão receber o ano novo em órbitra e os presentes de Natal a bordo de cargueiro russo Progress.

A anterior missão, integrada pelo russo Serguéi Riazanski, o norte-americano Randolph Bresnik e o italiano Paolo Nespoli da Agência Espacial Europeia, regressou à Terra na passada quinta-feira.