A partir desta segunda-feira, os bancos começam a dar informações sobre financiamentos para a aquisição de painéis solares. Uma medida anunciada por Sócrates, mas cuja implementação está a encontrar alguns obstáculos.

A iniciativa avançada há duas semanas no debate quinzenal teve implementação recorde, mas nem tudo está a postos para avançar.

Segundo a Rádio Renascença, os bancos ainda estavam a ultimar o processo, mas já podem dar informações aos clientes.

A meta é instalar este ano painéis solares térmicos em 65 mil habitações, com comparticipação do Estado em 50% e um spread de 1,5%.

Mais 2.500 postos de trabalho

Um objectivo que para José Luz, da empresa Lobo Solar e membro da associação da indústria solar, é «extremamente ambicioso».

Segundo este responsável, esta é uma iniciativa louvada pela indústria solar, que defende que as regras têm de ser transparentes e o mais abrangente possível.

Recorde-se que no ano passado foram instalados apenas 86 mil metros quadrados.

Assim, a partir de hoje as famílias interessadas podem dirigir-se aos balcões do BES, Caixa, BPI e BCP para pedir informações. São a linha da frente do programa do Governo que pretende instalar painéis solares térmicos em 65 mil habitações e criar 2.500 postos de trabalho.