Os passageiros que estavam retidos desde as 12:20 no aeroporto de Manchester, Reino Unido, onde se incluía um grupo de portugueses, começaram a embarcar esta noite em direção a Paris em três voos distintos.

«Estão a fazer três embarques em três aviões para levar as pessoas até Paris. «Estamos no segundo avião que vai sair agora em direção ao aeroporto Charles De Gaulle e amanhã [segunda-feira] saímos do aeroporto de Orly em direção a Lisboa», disse à Lusa Mauro Sengo, um dos viajantes portugueses, após contacto telefónico.

Um grupo de portugueses tinha-se queixado de estar retido desde as 12:20 no aeroporto de Manchester, Reino Unido, e de terem ficado fechados num avião da Air France, proveniente de Nova Iorque, cerca de seis horas sem quaisquer explicações.

«Uma hora depois disseram que não podíamos descolar porque não havia autorização, depois era porque as portas não estavam a fechar e acabámos por ficar seis horas fechados no avião» até às 18:40, acrescentou.

Após serem retirados do avião, os passageiros foram colocados numa «sala fechada e com polícia», antes de serem reencaminhados para os voos alternativos, comparando a situação a um «sequestro».

«Agora estão a identificar os passageiros um a um e a confirmar os bilhetes, antes da descolagem. Estou de férias mas sou guia turístico e em 12 anos de profissão nunca vi nada assim», adiantou.


Mauro Sengo, que viajava no voo da Air France (AF007) com destino a Paris acompanhado de dois amigos, disse previamente à Lusa que o avião aterrou às 12:20 em Manchester por motivos técnicos, tendo os passageiros sido informados de que iriam prosseguir viagem às 14:20.

«Uma hora depois disseram que não podíamos descolar porque não havia autorização, depois era porque as portas não estavam a fechar e acabámos por ficar seis horas fechados no avião» até às 18:40, acrescentou na ocasião.


Mauro Sengo estima que se encontrassem no avião cerca de 440 passageiros, adiantando que ainda tinha conseguido esclarecimentos nem da parte da Air France, nem do aeroporto de Manchester.

A Agência Lusa também tentou contactar a Air France e o aeroporto de Manchester, sem sucesso.

A página da Internet do aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, informou de que o voo AF 007, com origem em Nova Iorque, que deveria ter chegado à capital francesa às 08:30 parou em Manchester e foi «cancelado».