A Polícia Marítima de Viana do Castelo identificou hoje os tripulantes de três embarcações que se encontravam na faina da lampreia em zona proibida do rio Lima.

Em comunicado, a Polícia Marítima de Viana do Castelo adianta ter apreendido o pescado, cuja quantidade não especifica. Levantou "os respetivos autos de contraordenação, por infração ao regulamento" de pesca daquela espécie.

A operação que culminou na deteção das embarcações em situação irregular ocorreu na madrugada de hoje. A faina faz-se apenas numa extensão total de dez quilómetros, entre a cidade de Viana do Castelo e a freguesia de Lanheses, no mesmo concelho.

Segundo a Polícia Marítima, "o exercício da pesca da lampreia, com recurso a arte de pesca com redes de tresmalho decorre entre 01 de janeiro e 30 de abril, de acordo com o Regulamento da Pesca no rio Lima, sendo interdita no restante período do ano".

A lampreia pode medir mais de um metro e pesar cerca de dois quilogramas, sendo considerada uma verdadeira iguaria da região do Minho.

A faina decorre na altura em que a espécie volta a entrar nos rios, na direção da nascente, para cumprir a fase de reprodução.