Atualizado às 11:45

Uma viatura do INEM esteve, terça-feira, envolvida num atropelamento mortal, por volta das 20:30. O acidente, com uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), ao serviço do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa - Hospital Padre Américo, aconteceu na Estrada Nacional 15 (EN 15). A vítima, do sexo masculino, tinha 55 anos de idade.

A informação foi avançada pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM),a través de um comunicado enviado aos órgãos de comunicação social.

De acordo com o comunicado, a VMER seguia em marcha de emergência para uma ocorrência e o incidente aconteceu perto do Hospital, Amarante, Penafiel. Apesar da pronta assistência, prestada pela equipa que seguia na VMER, um médico e um enfermeiro, as manobras de reanimação não surtiram efeito e a vítima foi dada como morta ainda no local.

O INEM lembra que na altura do sinistro as condições meteorológicas eram extremamente adversas e que não foi possível evitar o embate. O homem circulava na faixa de rodagem.

As autoridades policiais estiveram no local, tomaram conta da ocorrência e vão realizar um inquérito ao acidente. O próprio INEM avança que também vai abrir um inquérito para determinar as causas da colisão.

No comunicado divulgado esta quarta-feira, o INEM lamenta o sucedido e envia as suas condolências à família da vítima, lembrando que a sua função todos os dias é «salvar vidas» e não o contrário.

Após o incidente, uma equipa de psicólogos foi deslocada para o local, «com vista a prestar apoio aos familiares da vítima mortal e à equipa da VMER».

Instituto Nacional de Emergência Médica recorda ainda que os seus operacionais «recebem formação específica para condução de emergência em condições de segurança».

O INEM acrescenta também que, apesar de não ser necessário «face à legislação em vigor», dado as VMER e ambulâncias do Instituto são viaturas do Estado, vai acionar um seguro específico, «estando assim garantida a assistência à família da vítima em caso de responsabilidade civil por parte da equipa de emergência médica».