A GNR anunciou esta quarta-feira a apreensão, na terça-feira, de material de guerra e armamento que estava na posse de um homem de 23 anos residente no concelho de Tomar.

Em comunicado, a GNR informou que a apreensão ocorreu no seguimento de diligências por denúncia de violência doméstica realizadas ao final da tarde de terça-feira numa localidade do concelho de Tomar.

Por indicação obtida durante a ocorrência, a GNR realizou uma busca à viatura do homem, onde encontrou o material bélico, tendo sido chamada uma equipa de desativação de engenhos explosivos do comando territorial de Leiria da GNR, disse à Lusa fonte da guarda.

Na operação foram apreendidas seis granadas, três recargas/detonadores de granada, uma pistola de calibre 6,35 milímetros, uma pistola de ar comprimido, 233 munições (177 de salva de calibre 5,56 milímetros, 53 de salva de calibre de guerra e três de calibre 6,35) e um carregador de espingarda semiautomática, municiado com cinco munições de calibre de guerra, segundo o comunicado.

Presente esta quarta-feira ao Tribunal de Tomar, o detido, que foi constituído arguido, fica a aguardar os trâmites processuais em liberdade, sob Termo de Identidade e Residência, por determinação do magistrado do Ministério Público.

A fonte da GNR adiantou que a vítima de violência doméstica está a ser acompanhada de acordo com os procedimentos adotados neste tipo de casos.