A PSP apreendeu o carro dos dois irmãos suspeitos de agredirem violentamente um jovem de 24 anos, esta quarta-feira, em Coimbra, junto ao McDonald's, apurou a TVI. A apreensão foi feita junto a residência de um dos indivíduos. 

A investigação da agressão violenta passou para a Polícia Judiciária, uma vez que o Ministério Público considerou que está em causa um crime de homicídio na forma tentada. A informação foi confirmada à TVI pela PGR.

Três pessoas ficaram feridas com gravidade depois de terem sido violentamente agredidas, esta quarta-feira de manhã, em Coimbra. Um vídeo de telemóvel mostra uma das vítimas a ser espancada violentamente. As agressões começaram por causa da espera de um pedido no restaurante McDonalds. 

O jovem agredido teve entretanto alta hospitalar.

As autoridades estão à procura dos dois suspeitos e não descartam a possibilidade de estarem fora do país, nomeadamente, em Espanha, onde têm família.

Os dois homens têm 28 e 30 anos, são irmãos e não é a primeira vez que se envolvem em casos de violência. A TVI apurou que os indivíduos são, de resto, conhecidos das autoridades. 

A polícia já refez os passos dos dois irmãos na noite de Halloween e apurou que estiveram em pelo menos duas festas. No sítio da agressão, os dois apresentavam-se ainda com pinturas faciais, alusivas à noite das bruxas.

Segundo contou à TVI, a primeira vítima, o funcionário do restaurante, de 57 anos, os suspeitos não estavam num sítio adequado "para serem servidos" e quando os chamou a atenção para isso mesmo, os homens começaram as agressões. 

Foi então que apareceu um jovem de 24 anos, acompanhado da namorada e de outra amiga para tomarem o pequeno-almoço. Perante a cena, o jovem tentou defender o empregado, mas acabou por ser espancado. A namorada também foi agredida. 

O jovem de 24 anos ficou internado com prognóstico  muito reservado, mas já está livre de perigo.  Segundo o funcionário, ele estava "muito ferido" e "não tinha dente nenhum".