Foi detido, no concelho de Gouveia, um homem de 52 anos, desempregado, que tinha 25 armas de fogo e brancas ilegais, em casa, com que alegadamente ameaçava a mulher.

Fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda disse à agência Lusa que o indivíduo foi detido na terça-feira no âmbito de uma investigação relacionada com um processo de violência doméstica.

Na sequência de uma busca domiciliária, elementos do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas da GNR da Guarda apreenderam seis armas de fogo (espingardas caçadeiras) e 19 armas brancas, bem como centenas de munições, que se encontravam em situação ilegal.

"As armas de fogo e as armas brancas eram um meio de ameaça e coação sobre a vítima", uma mulher de 48 anos, disse a fonte policial.

Segundo a GNR, o detido, pai de dois filhos menores, "tinha as armas, sobretudo as brancas, dispersas por toda a casa, em gavetas e armários".

O homem foi hoje presente ao tribunal de Gouveia que lhe aplicou a medida de coação de apresentações periódicas no posto policial da sua área de residência, indicou.