O Ministério Público acusou um homem de São Martinho do Campo de crimes de violência doméstica contra a mulher e a mãe, as quais insultava e agredia quando não lhe davam dinheiro, divulgou a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

Em nota publicada na página oficial, a PGD do Porto indica que o Ministério Público no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) no Porto acusou o arguido em 29 de novembro, imputando-lhe a prática de dois crimes de violência doméstica.

“O Ministério Público considerou indiciado que o arguido esteve preso preventivamente à ordem de um processo pela prática de factos que integravam o crime de violência doméstica, sendo colocado em liberdade no dia 13 de setembro de 2019”, refere.

Segundo a PGD, após regressar a casa, em São Martinho do Campo, concelho de Santo Tirso, no distrito do Porto, o homem “manteve o mesmo padrão de comportamento agressivo para com a sua mulher e a sua mãe, nomeadamente insultando a primeira, pedindo dinheiro às duas e ameaçando-as e batendo-lhes quando lho não davam”, situações que terão sucedido nos dias 24 e 25 de setembro e 02 de outubro. O arguido encontra-se à espera do desenvolvimento do processo em prisão preventiva, medida de coação mais grave.