Um homem matou, este domingo, a mulher por asfixia, em Vale de Santarém, e foi detido pelas autoridades sem oferecer resistência, disse à agência Lusa uma fonte da GNR.

«O homicídio por violência doméstica ocorreu cerca das 09:00» na freguesia de Vale de Santarém, no concelho de Santarém, adiantou a fonte do Comando Geral da GNR.

A vítima morreu por asfixia e o homem «foi detido sem oferecer resistência», acrescentou a mesma fonte, que não avançou mais informações sobre o crime.

De acordo com o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), o crime de violência doméstica aumentou 2,4% em 2013 e foi responsável por 40 homicídios conjugais/passionais, mais três do que em 2012.

O RASI adianta que morreram 30 mulheres e 10 homens vítimas de violência doméstica em 2013, ano em que autoridades receberam 22.247 participações contra cônjuges, mais 681 do que no ano anterior.

Os distritos onde se registou o maior número de casos de violência doméstica foram Lisboa (5.885), Porto (5.142), Setúbal (2.380).

Com mais de mil casos registados constam ainda os distritos de Braga (1.877), Aveiro (1.668), Faro (1.271) e Coimbra (1.130).

Dados divulgados na sexta-feira pelo Ministério Público do Distrito judicial de Lisboa referem que foram registados no primeiro trimestre deste ano 2.256 casos de violência doméstica, uma diminuição de 7,5% em relação ao período homólogo de 2013.

Em dezembro de 2013 estavam detidos 427 reclusos pelo crime de violência doméstica, mais 189 face a 2011, e havia 210 agressores com pulseira eletrónica, contra 51 em 2011.