Duas mulheres foram assassinadas por asfixia pelos maridos nos últimos dias. Um dos agressores suicidou-se, o outro foi detido pela Polícia Judiciária.

Segundo o Jornal de Notícias e o Correio da Manhã, em Amarante, uma mulher de 50 anos foi enforcada pelo marido, de 61 anos, que depois se suicidou.

As autoridades encontraram sinais de agressão no corpo da vítima, que tinha deixado o marido e ido viver para a Suíça com um filho.

A mulher teria regressado a Portugal para consumar o divórcio quando uma última discussão acabou por ser fatal.

À volta, familiares e amigos sabiam das ameaças que sofria. Nenhuma queixa foi apresentada às autoridades.

Já no Porto, a vítima foi uma mulher de 44 anos, que há já dois anos tentava separar-se do marido.

Foi morta num quarto numa residencial e o corpo só foi descoberto uma semana depois.

Vítima e agressor moravam na mesma rua e este último perseguia-a. Também não foi apresentada nenhuma queixa.

A Polícia Judiciária deteve o homem de 57 anos, que ficou em prisão preventiva.