A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção, em Montemor-o-Velho, de um homem de 44 anos, solteiro, suspeito da prática de um crime de abuso sexual de uma criança de oito anos.

Em comunicado, a Diretoria do Centro da PJ afirma que o detido, trabalhador da construção civil, aproveitou-se «da proximidade familiar e de vizinhança» para consumar o ato ilícito.

O detido é primo da vítima e os abusos ocorreram numa altura em que a menor se deslocou à residência do homem.

«Na altura em que a menina vai a casa dele, ele fechou-se em casa e cometeu os abusos», disse hoje à agência Lusa fonte da PJ.

A mesma fonte contou que o inquérito foi aberto em julho deste ano "por denúncia dos pais" da menor e o suspeito foi detido na segunda-feira.

O homem, com antecedentes criminais por crimes da mesma natureza, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Segundo a fonte policial, em 2008, o suspeito tinha sido condenado a pena de prisão suspensa por 16 meses.

Em maio de 2012 foi novamente detido pela PJ por crimes da mesma natureza, desta vez através de contactos por telemóvel com crianças, «com quem tinha conversas de teor sexual e trocava fotos», concluiu.