Um homem que violou uma estudante universitária no Porto, em fevereiro de 2017, foi condenado, nesta terça-feira, a cinco anos e oito meses de prisão efetiva.

O Tribunal de São João Novo, no Porto, condenou-o ainda a pagar uma indemnização de 40 mil euros à vítima.

A 28 de fevereiro de 2017, o agressor violou a estudante, depois de conseguir entrar em casa da jovem de 24 anos, que vivia com mais duas amigas, mas que na altura estava sozinha.

Para entrar na habitação da estudante universitária em Erasmus no Porto, o homem utilizou uma chave falsa que lhe permitiu abrir a fechadura.