A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta segunda-feira a detenção de um homem de 53 anos suspeito de vários crimes de abuso sexual cometidos nos últimos três anos sobre a própria filha, uma jovem atualmente com 16 anos.

Fonte da Diretoria do Centro da PJ disse à agência Lusa que o caso foi denunciado às autoridades "há pouco mais de uma semana" por uma professora da rapariga, a quem esta contou que vinha a ser abusada sexualmente pelo pai, desde 2012, em casa, na zona de Mangualde, distrito de Viseu.

O detido, pedreiro de profissão, mas atualmente desempregado e que não possui antecedentes criminais, é suspeito de vários crimes de abuso sexual agravado, praticados sobre menor dependente. Foi detido na quinta-feira, após uma investigação "relativamente célere" da Diretoria do Centro da Polícia Judiciária.

Presente a tribunal na sexta-feira, o detido vai aguardar julgamento em prisão preventiva.