O Mouchão Tonel 3-4 2011, do Alentejo, foi escolhido como Vinho do Ano 2017 pela Revista de Vinhos – Essência do Vinho que anunciou também a eleição de Luís Sottomayor, da Sogrape, como Enólogo do Ano.

“De porte aristocrático, profundo e opaco, [o vinho Mouchão Tonel 3-4 2011] alia uma faceta musculada e viril à subtileza que é reconhecido aos grandes. É intenso e explosivo na boca, fino e elegante. Ao mesmo tempo, austero. Parece ter tudo”, explica a Revista de Vinhos que na noite de sexta-feira, numa cerimónia na Alfândega do Porto, deu a conhecer “Os Melhores do Ano 2017”.

Ainda na área dos vinhos, a revista premiou a Quinta da Fata, no Dão, na categoria Produtor do Ano, a Henriques & Henriques, na Madeira, na de Produtor de Vinhos Fortificados do Ano e a Quinta da Serradinha, Lisboa, na de Produtor Revelação do Ano.

A Casa Santos Lima, do Alentejo, foi distinguida como Empresa do Ano, a Mateus Rosé, do Douro, como Marca do Ano, a Garrafeira Nacional como Loja / Garrafeira do Ano e a Portfolio Vinhos como Distribuidor do Ano.

O prémio de Inovação/Investigação do Ano foi atribuído ao Esporão, do Alentejo, e o de Enoturismo do Ano para o Vila Galé Clube de Campo, também no Alentejo, com o Red Frog, em Lisboa, a ser eleito Bar do Ano.

A Revista de Vinhos elegeu também Francisco “Vito” Olazabal, da Quinta do Vale Meão, Douro, como Personalidade do Ano no Vinho, Nuno Gonzalez, da Herdade da Malhadinha Nova, Alentejo, como Enólogo Revelação do Ano e Sérgio Marques, do restautante Il Gallo d’Oro, duas estrelas Michelin, na Madeira, o Sommelier / Wine Director do Ano.

Marcelo Lima, empresário e produtor de vinhos nas regiões do Douro e dos Vinhos Verdes foi escolhido como Personalidade do Ano no Brasil e Fernando Guedes, da Sogrape, venceu o prémio Homenagem.

Na esfera da gastronomia, o prémio Personalidade do Ano foi entregue a Ljubomir Stanisic, o chefe 100 Maneiras, em Lisboa, e Ricardo Costa, do detentor de duas estrelas Michelin, The Yeatman, em Vila Nova de Gaia, foi eleito Chefe de Cozinha do Ano.

Já Vasco Coelho Santos, do Euskalduna, no Porto, recebeu o prémio Chefe Revelação do Ano e o Feitoria, em Lisboa, conquistou o de Restaurante Gastronómico do Ano.

A Enoteca de Belém, em Lisboa, foi agraciado com o prémio Restaurante Com Melhor Serviço de Vinhos do Ano, o produtor de ostras Neptun, do Estuário do Sado, o de Produtor Artesanal do Ano e a cidade de Matosinhos recebeu o galardão de Destino Gastronómico do Ano.