Um homem de 26 anos foi detido esta segunda-feira pela PSP em Vilar de Andorinho, Vila Nova de Gaia, por suspeita dos crimes de injúrias, resistência e coação sobre agentes policiais, tendo um deles ficado ferido.

Em comunicado citado pela Lusa, o Comando Metropolitano da PSP do Porto refere que os agentes do efetivo da Esquadra de Oliveira do Douro deslocaram-se ao local na sequência de informações dando conta da ocorrência de ruído excessivo proveniente de uma residência localizada na rua Júlio Dinis, em Vilar de Andorinho, onde decorria uma festa de aniversário.

«No local, e quando os agentes procediam a diligências policiais, foram injuriados e ameaçados por diversos indivíduos que ali se encontravam, sendo que um dos agentes foi agredido, pelo que foi necessário o recurso à utilização de gás neutralizante, assim como foram efetuados disparos para o ar com arma de fogo, de forma a cessar as agressões», explica a PSP.

No decurso de diligências policiais encetadas através de agentes do efetivo da Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial de Vila Nova de Gaia e da Divisão de Investigação Criminal, foi possível intercetar e conduzir o agressor junto de departamento policial.

O agente policial foi agredido por um grupo de cerca de 10 pessoas «a soco e a pontapé e quando se encontrava no chão foi também agredido com um tijolo na cabeça», tendo sido encaminhado para o Hospital Santos Silva, em Gaia, de onde já teve alta.

O detido será esta segunda-feira presente ao Ministério Público, junto do Tribunal Judicial da Comarca de Vila Nova de Gaia.