A infeção pela bactéria Legionella está associada a má manutenção de aparelhos de ar condicionado, o que pode ter acontecido em Vila Franca de Xira, onde foram inicialmente confirmados 27 casos, admitiu esta sexta-feira um médico de saúde pública. Este sábado, as autoridades de saúde confirmaram que o número de infetados subiu para mais de 60 pessoas e que há a registar a morte de um homem de 59 anos

Mário Jorge Santos, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, disse à Lusa que a situação configura a de «um evento ocorrido num espaço com ar condicionado», dado o número de casos de infeção confirmados no mesmo dia. «No duche não aparecem tantos casos», assinalou.
 

O médico esclareceu que a bactéria não se transmite de pessoa para pessoa, mas através da inalação de gotículas de água, invisíveis a olho nu e alojadas em sistemas de refrigeração ou aquecimento e duches, com falta ou má manutenção.



Na TVI, Franscisco George explicou como se transmite a bactéria, sublinhando que mesmo que se beba um copo de água contaminado «não há problema», uma vez que a legionella é transmitida apenas se «respirar a bactéria».