Uma mulher de 59 anos, de Vila Flor, no distrito de Bragança, é suspeita de ter furtado mais de 760 quilogramas de amêndoa e outros produtos. Foi constituída arguida depois de buscas domiciliárias realizadas pela GNR.

O Comando Distrital de Bragança da Guarda divulgou que as buscas decorreram na segunda-feira, no âmbito de dois mandados emitidos num processo-crime de furto.

Da operação resultou a apreensão de “761 quilos de amêndoa, uma máquina elétrica de descascar a amêndoa, duas armas de caça, uma bomba de vinho e uma cuba de 500 litros em inox”, tudo alegadamente furtado.

A suspeita foi constituída arguida e sujeita a termo de identidade e residência.