O padre de uma vila de Guimarães fugiu para o Alentejo por amor. António Lopes, de 68 anos, foi viver para o sul do país com uma mulher, 18 anos mais nova, que pertencia ao grupo coral da paróquia.

Foi em fevereiro que o sacerdote abandonou a paróquia da vila de Ponte, depois de ter reunido com o arcebispo de Braga, Dom Jorge Ortiga, segundo escreve o “Jornal de Notícias”. No encontro, terá explicado ao líder da Igreja bracarense que estava apaixonado por Maria das Dores Costa, de 50 anos.

A população foi apanhada de surpresa com a decisão do pároco, que não celebrou uma missa de despedida.

Mas o agora casal já se tinha conhecido antes, mais precisamente há 28 anos, em Azurém. Na altura, António Lopes era padre nesta freguesia.

Maria das Dores Costa é divorciada e tem uma filha que não vive consigo. Foi viver para Ponte em 2000, quando o António Lopes já lá estava há dois anos. O padre contratou-a para trabalhar no centro pastoral e, além disso, fazia parte do coro da missa das 10:30.

Apesar de se terem mudado para o Alentejo, os dois são vistos frequentemente em Guimarães, para onde se deslocam por motivos de saúde.
 

Leia também: Padre de Oliveira do Bairro abandona a paróquia por amor