Há mais de 90 mil pessoas que sofrem de Alzheimer em Portugal, uma doença degenerativa e ainda sem cura.

O diagnóstico altera a vida dos doentes, mas, sobretudo, das famílias que têm de lidar com alguém que vai perdendo as capacidades e a memória, ao ponto de deixarem de reconhecer até aqueles que são mais próximos.

No «Repórter TVI» desta segunda-feira mostrámos dois retratos. Duas famílias para quem tudo mudou com o inesperado diagnóstico.

Histórias de luta de quem está ao lado dos doentes. Retratos de quem aprendeu a viver um dia de cada vez.