Já foi publicado o guia da prova de avaliação para os professores contratados. Deste exame, fica-se a saber, por exemplo, que 10 erros na parte escrita da prova significam zero valores e deve respeitar o acordo ortográfico. Joana Salgado é professora há 14 anos, em Esmoriz, tem uma licenciatura, um mestrado e está a concluir o doutoramento, mas como é contratada terá de realizar este exame.

Quando entrou na Escola Nº1 em Espinho, há 30 anos, Joana Salgado, queria ser professora. Licenciou-se e já vai no 14º ano a dar aulas de Inglês, Português e Educação Especial, sempre como contratada. Está a concluir o doutoramento, mas vai ter que fazer a prova de avaliação.

Joana Salgado diz que a prova é «redutora» e «ridícula» e também «injusta». Joana Salgado não se inscreveu ainda e não quer fazer a prova porque considera que estão a tentar «roubá-la».

O sonho de ser professora começou na Escola Primária Nº1 de Espinho há 30 anos. Joana Salgado diz que, se pudesse voltar atrás, trocava de sonho.