Quinze distritos do continente estão esta sexta-feira sob aviso laranja e amarelo devido à previsão de agitação marítima, vento forte, chuva e queda de neve, disse à agência Lusa o meteorologista Manuel João Lopes.

O meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) explicou que, devido à aproximação de uma frente fria ao continente português, foram emitidos avisos laranja para toda a costa, por causa da previsão de agitação marítima, e amarelo para o interior, por causa do vento forte, chuva e queda de neve.

«Devido à aproximação de uma frente fria no continente, estamos a prever para hoje, para as regiões do norte e centro, períodos de chuva, que poderão ser fortes a partir da tarde, em especial no litoral a norte do Cabo Mondego, que passarão gradualmente a regime de aguaceiros e que poderão ser fortes de granizo e acompanhados de trovoadas», disse.

De acordo com Manuel João Lopes, está também prevista a queda de neve a partir do final da tarde nos pontos mais altos da Serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para 800/1000 metros, e vento fraco a moderado de sudoeste, soprando a partir do início da manhã e até ao final da tarde forte, com rajadas entre 70/90 km/h no litoral.

Nas terras altas, prevê-se vento forte a muito forte, de sudoeste, com rajadas entre 90/110 km/h, tornando-se moderado para o final do dia, e neblina ou nevoeiro matinal.

«Para amanhã [sábado] prevêem-se período de céu muito nublado, aguaceiros, que poderão ser por vezes fortes, de granizo e acompanhados de trovoada, diminuindo de intensidade e frequência a partir do final da tarde», disse.

Está também prevista queda de neve acima de 800/1000 metros, descendo gradualmente a cota para 600/800 metros, vento fraco a moderado do quadrante oeste, soprando temporariamente moderado no litoral e nas terras altas e descida de temperatura, em especial da mínima.

O IPMA colocou os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro.

O aviso laranja, que implica situação meteorológica de risco moderado a elevado, está em vigor desde as 03:00 de hoje até às 12:00 de domingo, por causa da previsão de ondas de sudoeste, com 5 a 7 metros passando gradualmente a ondas de noroeste.

Os distritos de Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda e Castelo Branco estão sob aviso amarelo, o segundo menos grave de uma escala de quatro, por causa do vento forte, com rajadas que podem chegar aos 110 quilómetros/hora (entre as 03:00 e as 21:00 de hoje), e da neve (entre as 21:00 de hoje e as 18:00 de sábado).

Há também aviso amarelo para a previsão de chuva entre as 12:00 e as 21:00 de hoje para os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Viseu e Aveiro.

O IPMA colocou também a Madeira sob aviso amarelo devido ao vento forte com rajadas da ordem dos 90 quilómetros/hora entre as 06:00 e as 21:00 de sábado.

Nos Açores, os grupos Central (Graciosa, Terceira, São Jorge, Faial e Pico) e Ocidental (Flores e Corvo) estiveram quinta-feira sob aviso vermelho por causa da agitação marítima e do vento forte até às 06:00 de hoje, mas a situação já foi ultrapassada, encontrando-se todo o arquipélago a verde (sem previsão de situações meteorológicas de risco).

Sete barras marítimas estão fechadas à navegação e outras duas condicionadas devido à previsão de forte agitação marítima, de acordo com a informação disponível na página da Marinha Portuguesa na Internet.

Segundo a Marinha portuguesas, estão fechadas à navegação devido ao estado do mar as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Douro, Vila do Conde, Douro e São Matinho do Porto.

As barras de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas a embarcações de comprimento inferior a 15 e 11 metros, respetivamente.