As zonas baixas da cidade de Lisboa registaram pequenas inundações depois da forte chuva e queda de granizo verificadas ao início da manhã e que condicionaram o trânsito em alguns locais da cidade.

Saiba as previsões do tempo para o fim-de-semana

A pior situação registou-se entre as Avenidas Gago Coutinho e Estados Unidos da América, onde a água atingiu 50 cm de altura, provocando dificuldade de circulação, segundo a PSP.

Também no Campo Grande/Alameda das Linhas de Torres houve inundações que fizeram com que o trânsito circulasse com dificuldade, segundo a mesma fonte, adiantando que a zona de Chelas também registou várias inundações.

Granizo: as melhores imagens que chegaram ao euvi@tvi.pt

A chuva provocou ainda alguns acidentes com motociclistas, nomeadamente no Túnel João XXI, junto ao Estádio de Alvalade e junto à Escola Superior de Educação em Benfica, no sentido Benfica-Aeroporto.

A forte queda de granizo ao início da manhã em várias zonas da cidade levou ao aumento dos pedidos de ajuda aos Sapadores de Bombeiros da capital devido a inundações. De acordo com fonte do Regimento, chegaram à instituição, entre as 08:30 e as 08:50, 11 pedidos de auxílio, sobretudo na zona de Benfica, devido a inundações.

Granizo: cinco minutos bastaram para deixar a Parede assim

No Alto dos Moinhos, não houve aulas na escola Professor Delfim Santos devido às inundações.

A temperatura baixa e a forte queda de granizo deixaram as estradas na zona de Benfica cobertas por um manto branco de gelo.

Mas não foi só em Lisboa que se registou a queda de granizo. A mesma situação foi registada uma hora antes na Parede, concelho de Cascais, com uma forte precipitação de granizo a cobrir as estradas de gelo, como testemunham as fotos dos leitores/espetadores enviadas para euvi@tvi.pt.

De acordo com fonte dos bombeiros da Parede, a grande precipitação ocorreu cerca das 7:30, e o quartel começou «a receber muitos pedidos de auxílio» sobretudo devido a inundações.

Segundo a mesma fonte, apesar do gelo nas estradas as vias não ficaram condicionadas.

Em Carnaxide, no concelho de Oeiras, os bombeiros foram chamados para responder a pedidos de auxílio devido a inundações, após a forte queda de granizo que ocorreu ao início da manhã.

«Há inundações pontuais, mas as sargetas também já foram desentupidas», adiantaram os Bombeiros Voluntários.

Também em Albarraque, Queluz e Cacém, no concelho de Sintra, foram afetadas pela queda de granizo sem que se tenham verificado estragos até ao momento, de acordo com fonte da Proteção Municipal.

Neve corta estrada em Viseu

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu um alerta amarelo para o continente entre as 00:00 de hoje e as 20:00 de sábado devido à previsão de precipitação, queda de neve, agitação marítima e vento forte.

A ANPC informa na sua página na Internet que, face à previsão de mau tempo pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), foi emitido um alerta amarelo, que prevê «ocorrência de fenómenos, que não sendo invulgares, podem representar um dano potencial para pessoas e bens».

Está também prevista precipitação localmente intensa acompanhada de queda de granizo, rajadas fortes, podendo variar entre os 60 e os 100 quilómetros/hora, sendo expectável a ocorrência de fenómenos extremos de vento.

De acordo com a ANPC, espera-se que a partir de sábado haja um gradual desagravamento das condições meteorológicas.