Quase todo o país está esta quinta-feira sob aviso laranja e amarelo devido à previsão de forte agitação marítima com ondas até seis metros e queda de neve, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, os distritos de Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro e a Madeira vão estar entre as 00:00 de sexta-feira e as 12:00 de sábado sob aviso laranja por causa do estado do mar.

O IPMA colocou também os distritos de Viana do Castelo, Porto, Braga e Coimbra sob aviso amarelo, o segundo menos grave de uma escala de quatro, devido à agitação marítima entre as 00:00 de sexta-feira e as 18:00 de sábado, com ondas de quatro a cinco metros.

Estes quatro distritos estão também sob aviso amarelo devido à queda de neve acima dos 800/1.000 metros de altitude entre as 00:00 de hoje e as 12:00 de sábado.

O aviso laranja significa que existe «uma situação meteorológica de risco moderado a elevado», enquanto o amarelo diz respeito a «risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica».

A queda de neve levou também o IPMA a emitir um aviso amarelo, em vigor entre as 00:00 de hoje e as 12:00 de sábado, para os distritos de Castelo Branco, Guarda, Viseu, Vila Real e Bragança.

O IPMA colocou ainda sob aviso vermelho a costa norte da Madeira e Porto Santo por causa da agitação marítima, prevendo-se ondas de 7 a 8 metros, e ainda sob aviso amarelo devido à previsão de vento de noroeste com rajadas da ordem dos 80 quilómetros/hora, sendo de 100 quilómetros/hora nas terras altas, entre as 06:00 de sexta-feira e as 08:00 de sábado.

Seis barras encerradas

Seis barras marítimas estão hoje fechadas à navegação e outras duas estão condicionadas devido à forte agitação do mar, de acordo com a informação disponível no site da Marinha.

As barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim, Vila do Conde e São Martinho do Porto estão fechadas à navegação devido à previsão de agitação marítima.

As barras marítimas de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas a embarcações de comprimento inferior a 35 metros.