A PSP deteve dois taxistas e detetou outros dois a conduzir sob o efeito de álcool e seis com drogas durante uma operação realizada junto destes motoristas na área do aeroporto de Lisboa, indicou hoje aquela força de segurança.

Segundo uma nota do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (COMETLIS), os dois taxistas foram detidos em flagrante delito pelo crime de especulação, que acabaram também com os táxis apreendidos, tendo sido presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial e aplicação da medida de coação.

A PSP detetou também dois taxistas com excesso de álcool e seis que obtiveram resultado positivo no teste de substâncias psicotrópicas.

O COMETLIS realizou, entre as 06:00 e as 23:00 de quinta-feira, uma operação, a que denominou «bombocas», que teve como objetivo fiscalizar os táxis e os seus motoristas que trabalham junto à área do aeroporto de Lisboa.

De acordo com a Polícia, durante a operação foram fiscalizados 212 táxis.

Os agentes da PSP levantaram ainda 29 multas de trânsito e controlaram a velocidade a 1.954 viaturas por radares, que resultou no registo de oito contraordenações graves por excesso de velocidade.