O presidente da Câmara Municipal de Machico, Ricardo Franco, disse esta sexta-feira que a freguesia do Porto da Cruz «vive um momento trágico» que exige «um fundo de emergência» para acudir aos prejuízos provocados pelas fortes chuvas.

«Este é, de facto, um momento trágico para o Porto da Cruz porque foram afetadas infraestruturas vitais à freguesia, desde a rede de água potável, a iluminação pública, as propriedades, habitações, viaturas e outros bens pessoais», justificou o autarca em conferência de imprensa na sede da junta de freguesia.

Temporal de fevereiro de 2010 fez dezenas de mortos

Quantidade de chuva «comparável» à do temporal de 2010

Várias derrocadas e carros arrastados pela água

Três pessoas assistidas nos serviços de Saúde

Segundo o responsável, as fortes chuvas que afetaram na madrugada de hoje a freguesia causaram cinco feridos ligeiros e danos em cerca de uma meia dúzia de habitações.

Ricardo Franco considerou tratar-se de «uma situação muito preocupante que envolve prejuízos enormes para o município e para a própria região».

O autarca admitiu que a Câmara Municipal de Machico, não podendo responder sozinha a esta situação, conta com a solidariedade de todas as entidades que queiram colaborar, nomeadamente o Governo Regional, o Governo central ou mesmo a União Europeia.

«Achamos que deverá ser acionado um fundo de emergência para esta situação porque todo o acontecimento envolve praticamente toda a população do Porto da Cruz», realçou.

Ricardo Franco apontou que uma parte considerável dos habitantes do Porto da Cruz está privada de água potável e de eletricidade, mas indicou que «está a ser feito um grande esforço para repor todos estes serviços».

O presidente da câmara municipal apelou para que, em caso de necessidade e de perigo, os moradores deixem a habitação e optem por lugares mais seguros.

«Esta noite vamos proceder ao abastecimento de água com os autotanques dos Bombeiros Municipais de Machico e, portanto, as pessoas que estejam atentas e se desloquem à estrada quando virem o carro dos bombeiros», revelou.

Ricardo Franco agradeceu às organizações de socorro, às autarquias e a todas as entidades e pessoas que estão a colaborar nas operações.