A Unidade de Controlo Costeiro da GNR anunciou hoje a apreensão de cerca de 550 quilogramas de haxixe dissimulados numa embarcação e deteve duas pessoas, em Vila Real de Santo António.

Fonte do Controlo Costeiro da GNR disse à Agência Lusa que a embarcação «estava a ser retirada da água na rampa de acesso ao porto de Vila Real de Santo António, por um veículo todo-o-terreno de matrícula espanhola com um atrelado», mas os dois homens que estavam a realizar essa operação «fugiram quando se aperceberam da aproximação» dos militares.

«O que estava em terra soltou o atrelado do veículo e o que se encontrava na embarcação cortou a corda que estava a presa ao atrelado e um iniciou a fuga por terra e outro pela água», adiantou à Lusa o capitão Bruno Cordeiro, do destacamento de controlo costeiro da GNR de Vila Real de Santo António.

A GNR iniciou nessa altura perseguições aos suspeitos, por terra e pelo rio Guadiana, tendo intercetado os dois homens e encaminhado a embarcação para a marina da cidade algarvia, acrescentou.

«Nas buscas realizadas à embarcação, foram encontrados dissimulados debaixo de um banco 17 fardos de haxixe, num total aproximado de 550 quilogramas», precisou.

A mesma fonte disse à Lusa que o caso foi entregue à Polícia Judiciária para proceder à investigação.

Esta é a segunda apreensão que a Unidade de Controlo Costeiro da GNR de Vila Real de Santo António realiza este ano, depois de, em janeiro, ter recuperado cerca de 1.500 quilogramas de haxixe que estavam à deriva no Rio Guadiana.