Atualizado às 16:41

O último dia do ano vai ser molhado e as temperaturas devem descer nos últimos dias. As temperaturas mínimas vão baixar cerca de três graus em todo o território. O norte e o centro do país devem atingir as mínimas de zero graus durante esta madrugada.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê chuva para a noite de passagem de ano e para os primeiros dias de 2014 no Norte e Centro do país, com possibilidade de queda de neve nas zonas montanhosas.

Numa nota publicada no site, o IPMA adianta que «até ao dia 02 de janeiro de 2014 o estado do tempo no território do continente será condicionado por uma corrente perturbada de oeste».

A partir da tarde de segunda-feira, dia 30 de dezembro, as previsões apontam para a ocorrência de chuva na região Norte do país, que «se estenderá gradualmente ao restante território no dia 31, passando a regime de aguaceiros».

Segundo o IPMA, a partir do fim de segunda-feira, e com a descida da temperatura na zona norte, poderá haver queda de neve nas zonas acima dos 1.400 metros.

«Durante os dias 31 de dezembro e 01 de janeiro, a cota acima da qual poderá ocorrer queda de neve deverá situar-se nos 1.600/1.800 metros, devendo na noite de passagem de ano diminuir temporariamente até aos 1.000/1.200 metros», lê-se.

Acrescenta que a probabilidade de chover nos dias 01 e 02 de janeiro de 2014 varia entre os 65% e os 95% nas regiões Norte e Centro, baixando para entre os 35% e 65% na região Sul.

Para o arquipélago da Madeira, as previsões do IPMA apontam para períodos de céu muito nublado durante o dia 30 de dezembro, mas sem chuva.

«No dia 31, prevê-se um aumento gradual da nebulosidade, com possibilidade de ocorrência de períodos de chuva a partir da tarde, que se poderão estender ao início do dia 01», diz o IPMA, acrescentando que a probabilidade de ocorrência de precipitação para os dois primeiros dias de janeiro varia entre 15% e 35%.

Açores sob avisos laranja e amarelo devido a vento e chuva

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu hoje avisos laranja e amarelo para o grupo central dos Açores e aviso amarelo para o grupo oriental devido a vento e precipitação.

No grupo central (Terceira, Faial, Pico, São Jorge e Graciosa), até às 21:00 de hoje, está em vigor o aviso laranja devido ao vento de rajada máxima, que soprará de sudoeste rodando para noroeste.

Para o mesmo grupo do arquipélago, o IPMA emitiu para o mesmo horário um aviso amarelo devido à precipitação que se irá fazer sentir.

No grupo oriental (São Miguel e Santa Maria), o aviso amarelo manter-se-á até às 03:00 de segunda-feira devido à chuva, soprando o vento, tal como no grupo central, de sudoeste para noroeste. Para o vento, o aviso vigora até às 24:00 de hoje.

Os avisos da meteorologia têm quatro níveis: verde (o menos grave), amarelo, laranja e vermelho.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) lembra que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado através da adoção de comportamentos adequados, em particular nas zonas mais vulneráveis.