[atualizado às 18:29]

Um tubo com cerca de 200 metros de comprimento, de uma piscicultura na zona de Mira, distrito de Coimbra, deu à costa no litoral de Sintra, na Praia das Maçãs, informou fonte da autoridade marítima. Um outro tubo ficou encalhado numa praia junto a Mira.

«Trata-se de uma peça de uma piscicultura sediada em Mira», explicou o comandante da capitania do porto de Cascais, Dario Moreira.

O tubo, com cerca de 200 metros de comprimento e dois de diâmetro, em material plástico (PVC), soltou-se da unidade piscícola devido à agitação marítima.

As autoridades foram alertadas para a presença do tubo junto à Praia das Maçãs pelas 10:00, mas a forte ondulação acabou por libertar a peça, que entretanto já passou a Praia Grande.

«Não há risco de poluição e, por estar junto da costa, também não representa perigo para o tráfego marítimo», explicou Dario Moreira.

As autoridades vão acompanhar o percurso do objeto até que estejam reunidas condições para o recuperar por via terrestre ou para que possa ser rebocado por mar.

Em comunicado citado pela TSF, a Acuinova explica que o incidente é uma «consequência do temporal das últimas semanas», num local em que estão a ser realizadas obras.

«A empresa está a envidar todos os esforços com vista a garantir, em colaboração com as entidades competentes, que sejam desenvolvidas as ações necessárias para proceder à sua remoção em perfeita segurança», lê-se na nota.

A empresa do grupo Pescanova garante que está a investigar o caso «com vista ao apuramento das responsabilidades».

O tubo que está em Mira «está neste momento a aguardar autorização das autoridades para ser removido por terra».