Atualizado às 11:53

Dois jovens morrem intoxicados na Figueira da Foz. O alerta à autoridades foi dado, este domingo de manhã, por volta das 07:30.

De acordo com o Bombeiros Voluntário da Figueira da Foz, a emergência referia «doença súbita». Foram enviadas duas ambulância, com seis elementos e, ainda, uma VMER (Viatura de Emergência médica). Foi o INEM que, ainda no local, declarou o óbito.

Os bombeiros desmobilizaram e voltaram a ser chamadas por volta das 09:30 para «remoção dos cadáveres». Os corpos foram transportados para o Instituto de Medicina Legal da Figueira da Foz.

Os dois jovens, um casal na casa dos 20 anos, faziam parte de um grupo maior, que estava a passar o fim-de-semana, em Buarcos. Como a casa não tinha energia eléctrica, havia um gerador no local. Terá sido a falta de ventilação que levou à intoxicação das vítimas.

O casal era de fora da cidade e havia ido pernoitar na casa com um grupo de amigos de Lisboa e Coimbra.

Segundo o comandante dos bombeiros João Moreira, os jovens pernoitavam com os amigos numa casa da rua Duarte Silva, junto à estação da CP da Figueira da Foz, mas durante a noite mudaram-se para um anexo, onde estava a funcionar um gerador.

«De manhã, cerca das 07:00 horas, os amigos deram por falta deles e foram encontrá-los no anexo da casa já sem sinais de vida, tendo acionado o 112», explicou o comandante.