Um estudo da Universidade do Porto revela que 18% dos jovens até aos 21 anos já agrediu fisicamente e pelo menos uma vez o seu namorado ou namorada.

A violência começa maioritariamente durante a adolescência e quase sempre dentro das escolas.

Trinta por cento dos jovens reportaram, pelo menos, um caso de coerção sexual.

«Estamos a falar de coisas como de alguma forma obrigar o parceiro a ter relações sexuais quando não queria ou por exemplo insultos no âmbito de uma discussão», explicou Elisabete Ramos, coordenadora do estudo.

O estudo revela ainda que, aos 21 anos, 64 por cento dos jovens já se embriagaram em média sete vezes no último ano. 41 por cento já experimentou droga.

«Um dos factos mais surpreendentes é que cerca de 40 por cento destes jovens são fumadores, já não era esperado que fossem tantos», disse.

O objetivo do projecto Epiteen é compreender de que forma os hábitos e os comportamentos da adolescência influenciam a vida adulta. Para isso, os jovens são submetidos periodicamente a questionários e a exames físicos.

O estudo inquiriu 2942 jovens nascidos em 1990 e inscritos em escolas do Porto.