Os CTT vão reenviar para as crianças as cerca de 180 mil cartas que têm como destinatário o Pai Natal, a Lapónia, o Polo Norte ou a Fábrica dos Brinquedos, continuando a iniciativa que começou nos anos 1980.

Os CTT enviam as cartas dirigidas ao Pai Natal para o remetente, às quais juntam «um jogo da Glória e uma carta assinada pelo Pai Natal», explicou João Abreu, responsável pelo projeto «Pai Natal dos CTT», em Coimbra.

Nesta iniciativa, «os CTT são o Pai Natal», explicou João Abreu, afirmando que são os correios que desempenham «a sua função» e que garantem «o transporte de todas as prendas».

A juntar a essa mesma iniciativa, filhos dos funcionários dos CTT passam o dia de hoje, das 10:00 até às 18:00, nos três centros de produção e logística, em Cabo Ruivo, concelho de Lisboa, em Taveiro, concelho de Coimbra, e na Maia.

Em Coimbra, cartas adornadas com imagens dos brinquedos, desenhos ou pequenas decorações, preenchiam as paredes.

Os filhos dos funcionários dos CTT da região de Coimbra iam fazendo gorros de Natal, pequenos brinquedos ou ímanes de cariz natalício para o frigorífico.

Tomás, de dez anos, estava a montar um barco com a ajuda de cartolina, rolhas e molas, e disse à agência Lusa que não envia carta, mas acredita no Pai Natal só para a mãe lhe «dar as prendas».

Já Renato, da mesma idade, manda a carta todos os anos. «É uma tradição desde pequenino», diz, enquanto faz um íman natalício para o frigorífico.

«Mando sempre cartas. E o Pai Natal cumpre sempre o que peço. Pedi um carro dos bombeiros o ano passado e ele deu-me», contou António, de sete anos, com os dedos cheios de cola seca, enquanto se compenetrava em acabar o seu gorro que, assim que terminou, exibiu com orgulho.

As crianças vão ainda pintar, com lápis de cera, uma espécie de postal gigante, com o logótipo dos CTT, que ficará no centro de produção de Taveiro.

«Com a crise, é sempre bom dar este miminho, que nem precisa de ser algo material. O que interessa é o sorriso da criança», contou Jorge Maymone, o Pai Natal de serviço, na central dos CTT de Coimbra.