Uma pequena ponte está submersa por causa da subida do caudal de uma ribeira no concelho de Alter do Chão, obrigando ao corte da estrada entre Seda e o local de Vale Barqueiros, disse, este domingo, fonte da GNR.

Segundo a mesma fonte, a Estrada Municipal 1075, na freguesia de Seda, está cortada ao trânsito desde sábado ao final da tarde.

O corte da estrada, de acordo com a fonte da força de segurança, é devido à subida do caudal da ribeira de Seda, no distrito de Portalegre.

Plano de emergência acionado em Santarém

A Comissão Distrital de Proteção Civil de Santarém acionou o Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo no seu nível de Alerta Azul devido à previsível subida das águas, decisão tomada após reunião de emergência.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) disse à agência Lusa que o Alerta Azul é o mais baixo de uma escala de quatro, tendo acrescentado que, para este domingo, «prevê-se um ligeiro aumento dos caudais debitados pelas barragens, o que potencialmente contribuirá para um aumento dos níveis registados no rio Tejo».

Neste sentido, a proteção civil aconselha a população e serviços municipais de proteção civil, bem como solicita aos órgãos de comunicação social, para que «continuem a alertar a população para as medidas de autoproteção em caso de cheias».

A Proteção Civil pede à população para retirar das zonas confinantes das linhas de água, normalmente inundáveis, equipamentos agrícolas, industriais, viaturas e outros bens, retirar os animais para locais seguros, não atravessar, com viaturas ou a pé, estradas ou zonas alagadas, e que desenvolvam as ações necessárias para a sua proteção, da família e bens.

Em consequência da precipitação ocorrida durante os últimos dias, concentrada na bacia do Tejo, os caudais deste rio e dos seus afluentes têm vindo a aumentar, o mesmo acontecendo com o caudal do rio Sorraia, apesar de, neste último caso, se verificar, neste momento, uma diminuição nas barragens que o alimentam (Maranhão e Montargil).

Atendendo ainda aos avisos meteorológicos e Estado de Alerta Especial para precipitação e ventos fortes para o distrito de Santarém e para os restantes distritos do país, «é expectável um agravamento dos caudais», e com efeitos previsíveis em alguns dos municípios ribeirinhos.

Se tem imagens do mau tempo envie para euvi@tvi.pt

Este domingo, em Constância, é previsível a oscilação dos caudais junto das zonas confinantes aos rios Zêzere e Tejo, em Vila Nova da Barquinha é expectável a submersão do parque de estacionamento do Cais de Tancos, na Golegã a proteção civil aponta para a possível submersão durante o dia de hoje da EN365 na ponte do Alviela e a jusante do Pombalinho, com possibilidade de isolamento da povoação de Reguengo do Alviela.

Alerta no Funchal

A Capitania do Porto do Funchal emitiu um aviso de mau tempo para o arquipélago da Madeira pelo que recomenda que as embarcações fiquem nos portos de abrigo.

Este organismo do Ministério da Defesa refere, em nota hoje distribuída, ter recebido do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) «o Aviso de Sinal 6 (mau tempo) para o arquipélago da Madeira o que significa vento de força 7 (51 a 62 quilómetros horários) de qualquer direção».

A Capitania recomenda, por isso, que os proprietários ou armadores das embarcações devem tomar «as devidas precauções de modo que estas permaneçam nos portos de abrigo».

De acordo com o IPMA, a partir do final da tarde de hoje estará em vigor um aviso laranja para o mar na costa norte da Madeira e ilha do Porto Santo cujas ondas poderão atingir os seis metros.

Para as zonas montanhosas, está presentemente em vigor um aviso amarelo para vento podendo as rajadas atingir os 100 quilómetros horários.