Oito mortos é o balanço provisório da operação de fiscalização das estradas da GNR «Carnaval 2014», que decorreu desde as 00:00 de sexta-feira até às 24:00 de terça.

De acordo com dados provisórios divulgados esta quarta-feira pela GNR no quinto e último dia da Operação Carnaval (terça-feira) registaram-se 136 acidentes, dos quais resultaram um morto, no distrito de Braga.

Os acidentes verificados na terça-feira causaram ainda um ferido grave, no distrito de Viseu, e 30 feridos leves, com destaque para o distrito do Porto, com 10, seguido de Braga, com seis, e Leiria com três.

Os distritos de Lisboa e Viseu registaram dois feridos leves, enquanto Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Guarda, Santarém, Setúbal.

Segunda-feira foram registados 212 acidentes, dos quais resultaram dois mortos, um no distrito de Santarém e outro no de Leiria.

Os acidentes verificados na segunda-feira causaram ainda dois feridos graves (um no distrito de Castelo Branco e outro no do Porto) e 48 feridos leves, com maior incidência nos distritos do Porto (47), de Braga (27) e de Aveiro (20).

No domingo, terceiro dia da operação especial de patrulhamento e fiscalização rodoviária, a GNR registou 197 acidentes, que causaram dois mortos (nos distritos do Porto e de Setúbal) e 80 feridos, incluindo sete graves.

No sábado, segundo dia da operação Carnaval, registaram-se 211 acidentes, que originaram duas mortes, três feridos graves e 74 leves.

No primeiro dia da operação, na sexta-feira, a GNR tinha registado um morto, três feridos graves e 38 feridos ligeiros em 188 acidentes.

Durante a Operação Carnaval, a GNR intensificou a fiscalização rodoviária nas «vias mais críticas, com especial incidência para as que conduziam aos locais onde tradicionalmente ocorrem festividades carnavalescas».

A operação envolveu um total de 1.326 militares e incluiu controlo da velocidade, da condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, a não-utilização do cinto de segurança e/ou sistemas de retenção, a falta de habilitação legal para conduzir, o uso indevido de telemóvel e o incumprimento das regras de trânsito.

Na Operação Carnaval de 2013 registaram-se 901 acidentes, dos quais resultaram seis vítimas mortais, 18 feridos graves e 265 feridos ligeiros.