Uma criança de 22 meses sobreviveu esta terça-feira a uma queda de um terceiro andar, nas Caldas da Rainha, registando apenas, segundo o hospital onde foi assistida, problemas do foro ortopédico.

A menina, que ainda não completou os dois anos, «caiu numa zona relvada, depois de a queda ter sido amortecida por um estendal» o que, segundo o comandante dos bombeiros das Caldas da Rainha, José António Silva, «terá contribuído para que não tenha sofrido ferimentos graves».

Segundo o mesmo responsável, o alerta foi dado às 11:05 por um bombeiro que «ia a passar no local no momento da queda» e que «procedeu logo à imobilização da menina que se encontrava consciente e orientada».

A criança foi transportada para o Hospital das Caldas da Rainha onde «foi sujeita a todos os exames e análises necessárias e que demonstraram que se encontrava estável e com reação», disse à agência Lusa fonte do hospital.

Apesar de «não correr qualquer perigo» a criança foi transferida, cerca das 15:00, para o hospital D. Estefânia, em Lisboa, «devido a problemas do foro ortopédico, não considerados graves», concluiu a mesma fonte.