Estas são uma espécie de bolas de Berlim conventuais. Em Alcobaça, uma pastelaria faz 5 mil por dia, mas mesmo assim não chegam para a procura. O segredo está na combinação das receitas de doçaria conventual com as mais recentes técnicas da padaria.

Com inspiração na doçaria conventual e técnicas atuais de padaria, uma pastelaria de Alcobaça está sem capacidade de resposta para tanta encomenda e tudo à conta das tradicionais bolas de Berlim. Há seis meses a produção diária era de 300 unidades, agora está quase nas cinco mil.

A empresa quase que duplicou o número de trabalhadores, mas mesmo assim não chegam.