A noite foi trágica para o homem que seguia de bicicleta de sua casa em direção a Aljezur, como fez durante toda a vida.

Um veículo, um Renault de cor branca, chocou com o octogenário e fugiu, deixando-o inanimado na berma da estrada.

Sem testemunhas, foram outros condutores que alertaram as autoridades para a vítima caída no chão.

A GNR encontrou a vítima ainda com alguns sinais de vida, mas o homem acabou mesmo por morrer no local.

António Pacheco era uma pessoa conhecida de todos na vila algarvia. Seguia naquela zona da nacional 120 a apenas 2 km de Aljezur e tudo aponta para que tivesse ligada a lâmpada que lhe iluminava o trajeto e que o tornaria também visível aos outros utilizadores da estrada.

O condutor ainda não se entregou às autoridades.