O Infarmed determinou esta quinta-feira a suspensão imediata da comercialização de vários lotes dos medicamentos Vancomicina Actavis, utilizado no tratamento de infecções graves, causadas por bactérias que possam ser resistentes a outros antibióticos, devido «à possibilidade de existência de partículas estranhas no interior dos fracos».

Em comunicado, a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) refere que foram suspensas a comercialização de cinco lotes do Vancomicina Actavis, com a dosagem de 500 miligramas, e sete lotes do mesmo medicamento com 1000 miligramas.

Segundo o Infarmed, a empresa responsável pelo medicamento vai proceder à recolha voluntária de lotes dos medicamentos Vancomicina Actavis, pó para concentrado para solução para perfusão, devido «à possibilidade de existência de partículas estranhas no interior dos fracos».

«Atendendo que estes medicamentos são utilizados apenas em meio hospitalar, as entidades que deles disponham não os poderão vender ou administrar, devendo proceder à sua devolução», diz ainda o Infarmed.