A Direção-Geral de Saúde (DGS) reforçou hoje a recomendação para a vacinação contra a gripe às pessoas com idade igual ou superior a 65 anos e aos doentes crónicos, grávidas e profissionais de saúde.

Em comunicado hoje divulgado, a DGS refere que este ano em Portugal ainda não se regista atividade gripal, adiantando que desde o início da vacinação contra a gripe, a 01 de outubro passado, já foram administradas, nos centros de saúde, mais de 780 mil vacinas, para além das que foram cedidas aos lares de idosos e residentes em instituições abrangidas pela vacinação gratuita.

A DGS reforça agora a recomendação de vacinação contra a gripe às pessoas com idade igual ou superior a 65 anos e aos pertencentes a grupos de risco (doentes crónicos e imunodeprimidos com 6 ou mais meses de idade, grávidas, profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados).


A vacina contra a gripe é gratuita para todas as pessoas com idade igual ou superior a 65 anos e deverá ser tomada durante todo o outono e inverno, preferencialmente até ao final do ano, de acordo com a recomendação das autoridades de saúde.

A gripe é uma doença contagiosa que, na maior parte das vezes, tem cura espontânea, mas podem ocorrer complicações, em pessoas com determinadas doenças crónicas ou com idade igual ou superior a 65 anos., sendo a melhor prevenção a vacinação.

A vacina gratuita contra a gripe está disponível nos Centros de Saúde. É igual às vacinas que se encontram à venda nas farmácias e não necessita de receita ou guia médica para ser administrada, nem está sujeita a pagamento de taxa moderadora.

De acordo com o relatório do Vacinómetro, que monitoriza em tempo real a taxa de cobertura da vacinação em grupos prioritários, mais de um milhão de portugueses com mais de 60 anos já se vacinaram contra a gripe sazonal

Segundo os dados da primeira avaliação do vacinómetro para a época 2014-2015 divulgado a 06 de novembro, estima-se que tenham sido vacinados 44% dos portugueses com idade igual ou superior a 65 anos, o que representa mais de 900 mil idosos, e 26% com idades compreendidas entre os 60 e os 64 anos, num total de mais de 168 mil idosos.

Lançado em 2009, o Vacinómetro monitoriza a taxa de cobertura da vacinação contra a gripe em grupos prioritários e recomendados, num projeto que é uma iniciativa conjunta da Sociedade Portuguesa de Pneumologia e da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, com o apoio de uma farmacêutica.