Mais de 9.300 vagas em universidades e politécnicos ficaram por ocupar, concluída a terceira fase de acesso ao Ensino Superior, de acordo com dados do Ministério da Educação e Ciência, divulgados esta sexta-feira pela Agência Lusa.

O número de colocados nesta fase do concurso foi de 6.171, não tendo sido ocupadas 5.058, de acordo com os dados da Direção-Geral do Ensino Superior.

O ministério frisa que o número total de vagas não ocupadas no concurso nacional de acesso é superior a este valor, porque nem todas as que sobraram da segunda fase foram postas a concurso na terceira fase.

Para este ano, foram abertas 50.820 vagas. Os dados agora divulgados mostram que 82 por cento foram preenchidas (41.464 alunos), sobrando 9.356 vagas.

As universidades ocuparam 92 por cento das vagas que puseram a concurso e os politécnicos 68 por cento.

No total, entraram 41.464 alunos nas instituições públicas de Ensino Superior para o ano letivo 2014-2015, dos quais 1.116 são novos colocados na terceira fase.

«Trata-se de um valor semelhante ao do concurso de 2013, em que no mesmo processo se encontravam admitidos 41.481 estudantes«, sublinha o ministério na nota em que divulga os resultados.

De acordo com estes dados, as universidades recebem este ano 26.229 alunos e os institutos politécnicos 15.235.

No preenchimento de vagas, destacam-se as Ciências Sociais e do Comportamento (99 por cento), as Humanidades e a Informação e Jornalismo (96%), a Saúde (95%), o Direito (93%) , os Serviços Pessoais (92%) e as Ciências da Vida (91%).

Os estudantes agora colocados devem fazer a inscrição e matricula nas respetivas instituições entre hoje terça-feira.

Serão ainda lançados concursos locais e para maiores de 23 anos.