A Metro do Porto anunciou, esta terça-feira, um reforço da operação durante a Queima das Fitas, que decorre a partir de domingo, com o metro a funcionar durante toda a noite nos dias da Monumental Serenata e do Cortejo.

A partir de sábado e até ao dia 07 de maio, a Metro do Porto vai oferecer “maior frequência de passagem durante o horário regular de funcionamento” e na Linha Azul, “ocasionalmente e devido à afluência de passageiros, a circulação de veículos vai arrancar uma hora mais cedo do que o habitual, às 05:00, fazendo a ligação entre a Câmara de Matosinhos com destino ao Estádio do Dragão”.

Nas noites da Monumental Serenata (sábado para domingo), que este ano decorrerá na avenida dos Aliados, e do Cortejo (dia 03 de maio) “o metro vai circular durante 24 horas”.

Nesses mesmos dias, acrescenta a Metro do Porto, as linhas Azul (A), Vermelha (B), Verde (C), Amarela (D) e Laranja (F) funcionarão sem interrupção noturna, mas com algumas alterações, designadamente entre as 02:00 e as 05:00 a linha azul partirá da Câmara de Matosinhos em direção ao Estádio do Dragão e nas linhas com destino à Póvoa do Varzim (Vermelha) e ao ISMAI (Verde) será necessário realizar transbordo na estação da Senhora da Hora.

É também importante referir que, por questões de segurança, as estações de Salgueiros, Faria Guimarães, Heroísmo e Nau Vitória serão encerradas durante a noite”

A Metro do Porto assegura ainda que durante essa semana de tradição académica no Porto haverá um reforço da segurança e no apoio ao cliente em toda a rede.

Skunk Anansie, Miguel Araújo, Quim Barreiros, Xutos e Pontapés e Black Mamba são alguns dos cabeças-de-cartaz da Queima das Fitas do Porto que arranca no domingo e que este ano não integra a tradicional garraiada.

O presidente da Federação Académica do Porto (FAP), Daniel Freitas, referiu à Lusa que a organização da Queima das Fitas volta este ano a ter cuidados redobrados para conseguir “diminuir o impacto do ruído do Queimódromo na população envolvente”.

A Queima das Fitas vai suspender este ano a tradicional garraiada académica, introduzida na festa em 1948, uma medida que a Academia do Porto justificou com a “fraca adesão dos estudantes” àquela atividade nos últimos anos e à “queda da tradição tauromáquica, que remota ao século XVII”.

Para o primeiro dia da Queima das Fitas estão confirmados para subir ao palco os artistas Agir, Miguel Araújo, Paradigma e Skunk Anansie e para o dia seguinte Regula e de novo Miguel Araújo.

Os artistas Ana Malhoa e Quim Barreiros são os artistas convidados para atuarem dia 3 de maio a partir das 22:00, e para o dia 04 de maio estão confirmados Diana Martinez & The Crib e a banda de rock português Xutos e Pontapés.

Gabriel o Pensador e Black Mamba são os protagonistas escolhidos para 06 de maio à noite, adiantou o presidente da FAP.

As noites no Queimódromo terminam dia 07 de maio, sendo que os ingressos semanais vão custar 56 euros e o cartaz tem um teto máximo de investimento de 350 mil euros, à semelhança de 2015, adiantou Daniel Freitas.