A cidade do Porto vai a primeira Unidade Local de Formação (ULF) para Bombeiro. O protocolo entre a autarquia e a Escola Nacional de Bombeiros vai ser celebrado na sexta-feira, ao final da manhã.

«Está previsto que a formação se inicie durante este semestre. O início da atividade formativa da Unidade Local de Formação do Porto depende do número de cursos/turmas que venham a ser entretanto constituídos», disse à Lusa fonte da Escola Nacional de Bombeiros (ENB).

A unidade de formação vai estar à disposição dos 45 corpos de bombeiros existentes no distrito do Porto e funcionará em rede com as restantes ULF do distrito, designadamente Coimbrões, Vila do Conde e Baltar, segundo a mesma fonte.

A criação da ULF do Porto insere-se numa estratégia de proximidade formativa e como uma forma de descentralizar a formação dos bombeiros dos centros nacionais de Sintra, Lousã e São João da Madeira, explicou a mesma fonte.

Com a criação da primeira ULF no Porto e a segunda num município dotado de bombeiros sapadores (o primeiro protocolo foi assinado em julho de 2014 com a autarquia de Coimbra), a ENB aumenta a sua rede de infraestruturas de formação para 35 protocoladas.

O processo de implementação nacional de ULF não está concluído, sendo objetivo da ENB instalar duas unidades por distrito com exceção de Lisboa e Porto, que necessitarão de um número correspondente à sua dimensão. Neste momento, apenas o distrito de Beja não tem uma ULF.

A cerimónia de assinatura do protocolo para a criação de uma Unidade Local de Formação (ULF), que funcionará nas instalações do Batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto, está marcada para as 11:30 de sexta-feira na Câmara Municipal.