Quatro jovens entre os 16 e os 20 anos foram intercetados e identificados na sexta-feira em Tavira pela por fazerem grafitis em edifícios públicos informou hoje fonte policial.

«Nos últimos meses tinha vindo a registar-se um aumento significativo de grafitis na cidade de Tavira, sobretudo feitos em edifícios públicos, o que estava a causar alguma insatisfação no seio da população tavirense», lê-se num comunicado enviado pela PSP de Faro.

A PSP apreendeu vários objetos utilizados pelos suspeitos para a realização dos grafitis, designadamente várias latas de spray.

Os quatros jovens intercetados são os principais suspeitos da realização dos grafitis em Tavira, acrescenta a mesma nota, referindo que com esta operação a PSP espera que a proliferação dos grafitis venha a «diminuir significativamente» e que o «sentimento de segurança possa aumentar».