O antigo Gabinete de Física Experimental da Universidade de Coimbra (UC) foi nomeado Sítio Histórico Europeu, pela Sociedade Europeia de Física, sendo o primeiro local em Portugal e o segundo na Península Ibérica a receber esta distinção.

Em comunicado, a UC refere que a nomeação resulta de uma candidatura proposta pela Sociedade Portuguesa de Física (SPF), «em particular do seu grupo de História da Física, recentemente criado pela atual direção e preparada pelos físicos Carlos Fiolhais e Décio Martins».

Integrado no Museu de Ciência, o Gabinete de Física Experimental foi criado pela Reforma Pombalina, com o objetivo de colocar a UC entre as melhores da Europa, e «afirma-se pela riqueza dos seus instrumentos e aparelhos utilizados para realizar experiências científicas - mais de meio milhar - que constituem uma coleção rara no mundo».

«Temos razões para estar muito orgulhosos em Coimbra e em Portugal. De entre os sítios históricos da Física na Europa selecionados até à data, o Gabinete de Física Experimental da Universidade de Coimbra é um dos mais antigos», sublinha Carlos Fiolhais, citado no comunicado.

O físico e investigador salienta que, «hoje, os turistas podem ver e admirar essa impressionante herança», fazendo votos de que «os responsáveis pela ciência portuguesa de hoje se inspirem nos exemplos antigos».

A presidente da Sociedade Europeia de Física, também citada no comunicado, considera que a distinção vai permitir «refletir para o resto da Europa a riqueza do espírito científico das luzes do século XVIII em Portugal».

«É bom para a imagem de Portugal no mundo. Os espaços de ciência desse século são espaços de imaginação e criatividade, muito úteis para a construção do futuro», frisou Teresa Peña.

A Sociedade Europeia de Física, que reúne as sociedades de físicos de todos os países europeus, criou a distinção de Sítio Histórico Europeu para reconhecer e promover uma lista muito restrita de locais ligados a episódios fundamentais na história da ciência, como descobertas e criação e utilização de instrumentos.

A designação de Sítio Histórico Europeu é uma das mais importantes da sociedade e do setor.

Entre os locais distinguidos, «encontram-se o CERN [Centro Europeu para a Investigação Nuclear, na Suíça], onde têm sido feitas várias descobertas em física de partículas, incluindo a partícula de Higgs, o Instituto Niels Bohr (Copenhaga), berço da moderna física atómica e nuclear, e o Blackett Laboratory do Imperial College, em Londres, palco de numerosos avanços em física fundamental», refere a UC.