O incêndio que lavrava em Bujões/Abaças, concelho de Vila Real, foi dominado às 18:47, cinco horas após o alerta, informou a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC).

De acordo com a página da ANPC, quatro fogos florestais mantinham-se ativos, às 19:00, mobilizando 802 operacionais, 222 veículos e nove meios aéreos, nos concelhos de Covilhã, Vila Nova de Paiva, Guarda e Sátão.

O fogo que envolvia mais meios era o de Coutada (Covilhã), cujo alerta foi dado às 12:35, e que tinha duas frentes ativas, que estavam a ser combatidas por 423 operacionais, apoiados por 111 veículos e seis meios aéreos.

Segundo o portal da ANPC, atualizado às 19:00, continuavam ativos os incêndios, também em mato, de Aldeia Viçosa (Guarda), Vila Longa (Sátão) e Aboleiro/Touro (Vila Nova de Paiva).

Dos três, os de Vila Longa e Aldeia Viçosa eram os que mobilizavam mais meios, respetivamente 152 e 138 operacionais, 41 e 39 veículos e dois e um meio aéreo.

A Autoridade Nacional da Proteção Civil só destaca na página os incêndios florestais de Portugal Continental mais significativos, isto é, ativos há mais de duas horas, ou com mais de dez veículos, ou com três ou mais meios aéreos pesados.