A terceira e última fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior arranca nesta quinta-feira, com quase 12 mil vagas disponíveis. Mais de metade das vagas ficou por preencher no final da segunda fase.

De acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC), a segunda fase de acesso ao ensino superior registou menos de 1 500 candidatos do que em 2012, confirmando a redução da procura pelo ensino superior público que já se tinha evidenciado na primeira fase do concurso e em anos anteriores.

O ministro da Educação, Nuno Crato, mostrou-se insatisfeito com a taxa de alunos no ensino superior e adiantou ter requerido «um primeiro inquérito» para analisar a falta de candidaturas.



«Temos uma taxa de alunos no ensino superior que não nos satisfaz, que tem de aumentar, o número de alunos que chega às universidades e que conclui [os cursos] nas universidades e politécnicos tem de aumentar e estamos a tomar medidas neste sentido», declarou.

A terceira fase de acesso ao ensino superior público decorre até dia 7 de outubro.