O ex-reitor da Universidade de Lisboa António Sampaio da Nóvoa é o vencedor do prémio Universidade de Coimbra 2014, um dos mais «relevantes prémios da Ciência e da Cultura, no valor de 25 mil euros», anunciou a organização.

O prémio, explica a organização, «vem consagrar a longa e notável carreira de António Sampaio da Nóvoa na área da Educação».

Com 59 anos, Doutor em Ciências da Educação pela Universidade de Genebra e Doutor em História pela Sorbonne, o premiado foi reitor da Universidade de Lisboa entre 2006 e 2013, onde já era, desde 2002, vice-reitor.

Presidido pelo reitor da Universidade de Coimbra (UC), João Gabriel Silva, o júri responsável por avaliar as candidaturas da edição deste ano foi constituído por Luís Bento dos Santos (Banco Santander Totta), Paulo José Ferreira da Silva (Jornal de Notícias), Fernando Seabra Santos (UC), José António Bandeirinha (UC), Luís Filipe Caseiro Alves (UC), Helena Nazaré (Universidade de Aveiro), Teresa Tito de Morais (Conselho Português para os Refugiados) e Isabel Cruz de Almeida (diretora do Mosteiro do Jerónimos).

O Prémio será entregue no dia 1 de março, durante a Sessão Solene comemorativa do 724.º aniversário da Universidade de Coimbra.

«Ao longo da sua carreira, publicou cerca de 200 títulos, entre livros e artigos, tendo lecionado em importantes universidades portuguesas e estrangeiras. Foi ainda presidente do ISCHE ¿ Associação Internacional de História da Educação e presidente do Conselho Consultivo da área de educação da Fundação Calouste Gulbenkian. Em 2005 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública», recorda a organização.

Desde a sua criação, o prémio UC, que comemora 10 anos, distinguiu, entre outras personalidades, o músico e compositor António Pinho Vargas, a cientista Maria de Sousa, o artista plástico Julião Sarmento e o ator e encenador Luís Miguel Cintra.