O ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional disse esta segunda-feira, em Rio Maior, que, na terça-feira, vai discutir com os deputados questões como a transparência da propriedade dos meios de Comunicação Social e dos «fluxos e financiamentos» que os suportam.

Miguel Poiares Maduro, que esta segunda-feira inaugurou a Loja do Cidadão de Rio Maior, disse que na terça-feira irá ao parlamento falar não só sobre a concessão do serviço público de rádio e televisão mas também de outros questões que o Governo entende serem «prioritárias para o futuro da comunicação social em Portugal».

Entre essas questões referiu os apoios à comunicação social e regional e a «transparência da propriedade dos meios de comunicação social e dos fluxos financeiros que apoiam e suportam o (seu) funcionamento».

«Vou discutir com os senhores deputados questões que vão muito para lá do serviço público de rádio e televisão, porque os desafios que os media enfrentam em Portugal são muito mais amplos e todos esses desafios merecem a nossa atenção», afirmou.

O ministro adiantou que o contrato de concessão da RTP, «enquanto texto, está concluído» e já foi distribuído aos deputados, aguardando que a lei da rádio e televisão seja promulgada pelo Presidente da República para avançar com o processo.

«Terminamos agora a reforma de serviço público de rádio e televisão», disse, sublinhando que este tem «três pilares», ou seja, o modelo de financiamento, o modelo de governo com os novos estatutos e o novo contrato de concessão.