José Manuel Silva, candidato único ao cargo de presidente, foi reeleito bastonário da Ordem dos Médicos, indica um comunicado enviado esta sexta-feira à agência Lusa.

Nos conselhos regionais do Centro e do Sul e Ilhas da Ordem dos Médicos - os únicos órgãos disputados por mais de uma lista - alcançaram a vitória os candidatos Carlos Cortes e Jaime Teixeira Mendes, respetivamente.

No seu discurso de apresentação de candidatura, há cerca de um mês, José Manuel Silva mostrou-se disponível para colaborar com o Governo na produção de um documento «que norteie o futuro da saúde em Portugal».

Para os próximos três anos, o bastonário reconduzido no cargo prometeu ainda que a Ordem dos Médicos estará «mais vezes» no terreno, próxima de médicos e dos doentes, para combater os «problemas reais, que são muito graves».

No seu entender, os próximos tempos «serão ainda mais complicados e desafiantes do que os anos mais recentes», com muitos desafios na área da saúde.

Já Jaime Mendes, eleito para o Conselho Regional do Sul e Ilhas, reafirmou a vontade da sua equipa de «promover uma discussão democrática da reforma estatutária», assim como «a publicação atempada do conselho nacional executivo e a reforma geral dos serviços administrativos regionais e distritais com a autonomização dos serviços da presidência».

Jaime Mendes promete ainda «modificar o regulamento dos Colégios, criando um método eleitoral proporcional» que permita a participação de elementos das listas minoritárias, além de criar meios e instalações para as duas maiores distritais do país: Lisboa e Grande Lisboa.

No conselho regional do Norte foi confirmada a eleição do candidato único Miguel Guimarães.